21 de julho de 2017

POBRE GUAPIMIRIM 1

Em Guapimirim, pequeno município do leste fluminense, cujo território se estende da Região metropolitana até a famosa Região Serrana, a população quase que em sua totalidade, está indignada com o valor correção reajuste aplicados ao IPTU 2017.


A discrepância entre o reajuste aplicado e o que pode ser praticado,  é tão absurda, que existem proprietários que irão pagar mais de 600% em relação ao ano anterior 2016.


Ocorre que o governo se baseou em uma lei de 2002. Porém há uma Lei Complementar de 2009, que define o Código de Tributação municipal.
De acordo essa lei, a competência de manter atualizado o valor venal dos imóveis é do Poder Executivo. Portanto, Prefeitura de Guapimirim está no seu direito de fazer essa atualização. Entretanto essa mesma lei estabelece que o IPTU não pode ultrapassar a 1% do valor venal e seu reajuste não pode ultrapassar ao limite anual de 10%, devendo ser escalonado e gradativo a cada ano observado esse limite.


Portanto, se não tiver outra lei regulando o Código de Tributação municipal, esse reajuste integral que a Prefeitura aplicou, está ILEGAL!


Isto posto ficam as perguntas que não se calam em mim:


1 - Este reajuste contempla também os imóveis do alto escalão do poder municipal? Sendo certo que a maioria são residentes em "outros" municípios e não possuem imóveis em Guapimirim.


2 - Sabendo-se que para empreender é preciso arrecadar, ao mesmo tempo, que para arrecadar é preciso empreender. O que fará o governo municipal? irá empreender investindo o que arrecadar com o referido tributo, no desenvolvimento do município e seus munícipes ou ou seus membros irão aplicar estes recursos nos seus desenvolvimento financeiros particulares?


3 - Porque em lugar de sufocarem a população com tributos elevados, não buscam alternativas para aumentar a geração de emprego e  renda da população e com isto aumentar a arrecadação municipal? Isto pode ser realizado em ações multi-setoriais, em arranjos entre as secretarias de INDUSTRIA e COMÉRCIO, TRABALHO e  RENDA, AÇÃO SOCIAL e DIREITOS HUMANOS, TURISMO e ESPORTES e LAZER. Mas nada de Shows. Isso é Circo e Marmelada para engabelar o povo!


4 - Será que eles já imaginam que não irão permanecer muito tempo no poder, e pretende se arrumar logo?


5 - ENQUANTO A POPULAÇÃO ENCONTRA-SE ATÔNITA, SEM SABER COMO SALDARÁ SEUS IMPOSTOS, NAS REDES SOCIAIS NÃO SE TRATA DE OUTRO ASSUNTO. O QUE SERÁ QUE O GOVERNO ESTÁ TRAMANDO OU APRONTANDO?


Bom, não sei! As perguntas não calam, apenas sei que o Zelito teria tudo para fazer um governo de referência, para assinalar de forma positiva seu nome na história do município!


QUANDO EU ERA CRIANÇA, MINHA MÃE DIZIA:


"Come mingau meu filho, para curar o dodói, dito e feito eu comia e ficava logo bom. Mas tarde nas incertezas da adolescência, ela dizia, procurar o Pastor e conversa com ele, que ele te guiará. Também dito e feito, eu sempre encontrava meu caminho!

Agora vejo pela frente um "Mingau Pastor" que vem provocando dodói nos cidadãos, ao menos em seus bolsos, e, é muito difícil de engolir. O que deixa a população desorientada, sem saber aonde chegará.
Será que alguém consegue comer este mingau?" (Língua de Trappo)





17 de junho de 2017

[Convite] Evento no Dia Mundial do Refugiado | 20 de junho, 9h30 - Rio de Janeiro



O ACNUR (Agência da ONU para Refugiados) e o Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio) convidam para a apresentação do relatório "Tendências Globais – Deslocamento Forçado em 2016" no dia 20 de junho (Dia Mundial do Refugiado), no Rio de Janeiro.

Principal publicação do ACNUR, o relatório é divulgado anualmente com as estatísticas mais recentes sobre o deslocamento forçado no mundo, a partir de informações de governos, agências parceiras e do próprio ACNUR. Durante o evento será lançada a campanha "Crianças em Fuga", sobre o impacto humanitário da violência no Triângulo Norte da América Central.

Para participar do evento, preencha o formulário 

Programação:

9h30 - Abertura e boas vindas: Embaixador Eduardo Prisco Paraíso Ramos, chefe do Escritório de Representação do Ministério das Relações Exteriores no Rio de Janeiro (ERERIO); Maurizio Giuliano, Diretor do Centro de Informação das Nações Unidas no Brasil (UNIC).
9h40 - Breves intervenções: Cândido da Ponte Neto, Diretor da Caritas Arquidiocesana do Rio de Janeiro; Bernardo Laferté, Representante do CONARE (Comitê Nacional para Refugiado). 
9h50 - Apresentação do relatório "Tendências Globais – Deslocamento Forçado em 2016" e lançamento da campanha "Crianças em Fuga": Isabel Marquez, Representante do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados no Brasil (ACNUR).
10h20 - Coletiva de imprensa
10h45 - Roda de conversa com refugiados incluindo perguntas e respostas
11h45 - Encerramento 

Serviço:

Dia 20/6 – 9h30 
Lançamento do Relatório "Tendências Globais – Deslocamento Forçado em 2016" 
Palácio Itamaraty – Av Marechal Floriano, 196 – sala de leitura
Inscrição obrigatória por meio do formulário
Informações adicionais em faleconosco@onu.org.br

O Palácio Itamaraty não permite a entrada de homens e mulheres trajando short ou bermuda.

Caso não esteja visualizando a imagem, clique em https://goo.gl/F2nbGe

Objetivos Globais da ONU
FacebookTwitterGoogle+


Conheça o Sítio Berro D´Água - Entre Guapimirim e Teresópolis

Convido você para conhecer os sites do Sítio Berro D´Água:



Neles temos muitas matérias sobre Guapimirim.

Alugamos para pequenos e grandes grupos.

Sítio arborizado com mais de 2000 m² de área, com uma casa de 03 quartos, sendo 01 suíte, cozinha, banheiro de visita, grande sala com TV (via satélite) e varandão e mais 02 casas alojamento com vestuários/banheiros independentes adequados para retiros religiosos (permite separar grupo de meninas e meninos em espaços distintos), espaço coberto para festas (casamento, aniversário ou culto), todas ao lado de um lindo riacho afluente do Rio Soberbo, devido ao qual o sítio recebeu seu nome, Sítio Berro D´Água, por poder se escutar o constante som acolhedor do correr das águas do mesmo de qualquer ponto do sítio. Possuí grande piscina de azulejo, cozinha e banheiro de serviço no quintal, churrasqueira, campo gramado de futebol / vôlei, garagem e no riacho: cachoeira, piscina e ducha naturais.


Venha passar um final de semana ou temporada em um lindo recanto serrano natural pertinho de você no início da subida da região serrana do Rio de Janeiro, entre Guapimirim e Teresópolis.
Os valores divulgados são referentes à Dias de Fim de Semana de Baixa Temporada (Janeiro a Outubro), sem ser feriado, para grupos com até 20 pessoas (Alimentação opcional não inclusa):
- 1 Dia (Diária 8:00h as 18:00h): R$ 800,00 (Equivalente a R$ 40,00 por pessoa por dia)
- 2 Dias (De Sáb. as 8:00h a Dom. as 18:00h): R$ 1.400,00 (Equivalente a R$ 35,00 por pessoa por dia)

Promoção por tempo limitado (Pode ser cancelada sem aviso prévio):
Sexta Grátis - Na reserva de um fim de semana ganhe a entrada na sexta-feira de graça.
- 2,5 Dias (De Sex. as 17:00h a Dom. as 18:00h): R$ 1.400,00 (Equivalente a R$ 28,00 por pessoa por dia)

Nos consulte para quantidades diferentes de pessoas. Atendemos até 350 pessoas.
Telefones de contato: (21) 3150-9879 ou 99957-0828


Orientações para o Aluguel:
- Os valores acima são os valores mínimos para locação do Sítio Berro D´Água com exclusividade, somente do espaço, sem alimentação.
- Grupos com menos de 20 pessoas (Ou seja, de 2 a 20 pessoas) pagam esse mesmo valor mínimo.
- Para conhecer o valor para grupos maiores (Atendemos até 350 hóspedes) ou para alta temporada e feriados prolongados (Estes têm um número mínimo fechado de dias para reserva), por favor, entrar em contato por telefone.
- Não alugamos sem visitação prévia agendada e contrato de locação com no mínimo 1 semana de antecedência.
- O Sítio Berro D´Água não é aberto ao público para chegar sem reserva e pagar entrada para entrar e passar o dia ou usar a piscina.
- O aluguel do Sítio é exclusivo para o seu grupo. Não possuímos chalés individualizados para atendimento de diferentes grupos no mesmo espaço.
- Oferecemos serviços adicionais opcionais como: churrasqueiro, garçons, refeições, recreação, transporte, buffet, mesas e cadeiras e decoração para festa. Por favor, ligar para consultar condições e valores
Características: Churrasqueira, estacionamento, fogão, geladeira, permitido animais, piscina, tv a cabo, ventilador, varanda/terraço
--
Abraços
Vinícius Proença

Confira o boletim da ONU Brasil #240



Visualize o boletim também em www.nacoesunidas.org/boletim240
Boletim quinzenal da ONU
Edição de 1º de junho de 2017.

Brasil entra na campanha #EstouComANatureza para celebrar Dia Mundial do Meio Ambiente


A ONU Meio Ambiente realiza de 4 a 11 de junho eventos nacionais para incentivar a conexão das pessoas com a natureza e incentivar sua proteção. Impulsionando estilos de vida sustentáveis, a campanha realiza mais de 1 mil atividades mundiais. No Brasil, haverá a Meia Maratona das Cataratas, o Simpósio 'Ecos da Rio 92' no Museu do Amanhã, o lançamento nacional da Campanha #MaresLimpos, no AquaRio, entre outros eventos.

Glória Maria e youtubers se reúnem ao final do bloco para uma selfie. Foto: UNAIDS Brasil/Flow Cinema

Glória Maria é nomeada embaixadora do UNAIDS Brasil em evento sobre juventude, direitos e HIV


A jornalista Glória Maria é a mais nova embaixadora da Boa Vontade do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) no Brasil. A nomeação da repórter aconteceu na última terça-feira (30) durante primeira série de conversas #EseFosseComVocê?, uma iniciativa da agência da ONU para promover debates sobre HIV, juventude e direitos. Organizado em parceria com a missão diplomática do Reino Unido, evento reuniu youtubers e ativistas no Centro Brasileiro Britânico de São Paulo.

Niky Fabiancic, coordenador-residente do Sistema Nações Unidas no Brasil, durante o encontro de 30 anos da ABC. Foto: Marcelo Guimarães/ABC

Sistema ONU no Brasil participa de comemorações dos 30 anos da Agência Brasileira de Cooperação


Representantes do Sistema ONU no Brasil participam nesta quinta e sexta-feira (25 e 26) de eventos em comemoração aos 30 anos da Agência Brasileira de Cooperação (ABC). A ABC foi criada para coordenar os programas e projetos brasileiros de cooperação técnica, no âmbito da política externa brasileira. Integrada ao Ministério das Relações Exteriores (MRE), a ABC trabalha no fortalecimento da cooperação do Brasil com o exterior.

Empoderar meninas de 10 anos é crucial para futuro com igualdade de gênero, diz UNFPA


"Temos que cuidar das meninas de 10 anos para que elas possam desenvolver todo o seu potencial", diz Jaime Nadal, representante do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) no Brasil. Agência da ONU e Museu do Amanhã promoveram seminário destacando relatório que ressalta a importância de proteger geração de meninas para que desenvolvam todo o seu potencial. Confira nesse vídeo especial.


Realizada por GECRIA/UFPE, UNICEF e CENDHEC, a pesquisa teve como referencial o Manual para Mensuração de Indicadores de Justiça Juvenil do UNICEF (2006). Foto: EBC

UNICEF e parceiros lançam publicação sobre adolescentes internados em unidades socioeducativas


O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e parceiros promovem nesta quarta-feira (31) em Recife o lançamento da publicação "Educar ou Punir? A realidade da internação de adolescentes em unidades socioeducativas no estado de Pernambuco".
O documento verificou a persistência de lacunas e omissões importantes na implementação de políticas públicas relacionadas ao envolvimento de adolescentes com a prática de infrações penais.

Bolsa Família atende 13,8 milhões de famílias brasileiras. Foto: Agência Senado/Jefferson Rudy

Delegações do Mali e da República do Congo visitam Brasil para conhecer políticas de combate à pobreza


Até a próxima sexta-feira (2), autoridades do Mali e da República do Congo conhecem iniciativas de proteção social e de redução da pobreza do Brasil. Delegações estão no país sul-americano a convite do Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG), que organizou uma viagem conjunta de estudos para apresentar aos países africanos o Bolsa Família e o Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico).

Negros são maioria entre população de menor renda no Brasil, alerta CEPAL


Há uma concentração significativamente mais elevada da população negra entre as menores rendas no Brasil na comparação com a população não afrodescendente, revelou na terça-feira (30) novo relatório da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL).

Cultivo de mandioca no semiárido piauiense. Foto: FIDA/Manuela Cavadas

Piauí receberá US$ 16 milhões de agência agrícola da ONU para fortalecer produção do semiárido


Representantes do governo do Piauí e do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) se reuniram no final de maio (25) para revisar os termos da cooperação do Projeto Viva o Semiárido (PVSA). A iniciativa já recebeu 90 milhões de reais da agência da ONU e vai receber mais 16 milhões de dólares, segundo informou o governador do estado Wellington Dias. Programa busca fortalecer a base produtiva de comunidades agrícolas, estimulando a geração de renda no meio rural.

Alex Atala (ao centro) durante visita ao escritório da FAO no Brasil. Foto: FAO/Palova Souza

Em visita à FAO, chef Alex Atala defende que pessoas 'se reconectem' com os alimentos


Em visita ao escritório brasileiro da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), o chef Alex Atala defendeu que as pessoas "se reconectem com os alimentos" e tenham contato direto com as matérias-primas e os modos de preparo por trás do que chega à mesa. Encontro na sede nacional da agência da ONU, em Brasília, aconteceu na semana passada (24) e contou com a participação do representante da FAO no país, Alan Bojanic.

Atletas de diversos portes e idades se dedicaram à competição em favor dos direitos de mulheres e meninas no Brasil e no mundo Foto: GNT/Juliana Coutinho

Atletas profissionais e amadores participam de corrida no Rio pela defesa dos direitos das mulheres


Organizada por GNT, ONU Mulheres e parceiros, corrida realizada no último fim de semana no aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro, buscou mais adesões ao movimento ElesPorElas HeForShe, que tem como objetivo mobilizar sociedade, empresas, universidades e governos para a promoção da igualdade de gênero.

Homem resgatado do trabalho escravo no interior do Maranhão - Foto: Marcello Casal/ABr

Embaixador da OIT, Wagner Moura entrevista trabalhadores resgatados da escravidão


O trabalho forçado ainda é uma realidade para cerca de 21 milhões de pessoas em todo o mundo, afetando países em todos os continentes e gerando mais de 150 bilhões de dólares em lucros ilegais todos os anos. Prática de raízes antigas na história, hoje a escravidão existe sob diversas formas: trabalho forçado, servidão por dívida, jornadas exaustivas e situações degradantes.
Marcando o lançamento da campanha '50 For Freedom', o ator e embaixador da Boa Vontade da Organização Internacional do Trabalho foi convidado a conhecer as histórias de Durval, Rafael, Judimar e Laudir. Confira aqui o vídeo.

Brasil deve aproveitar lições da MINUSTAH em futuras operações de paz, dizem especialistas


O Brasil deve aproveitar a experiência adquirida durante os 13 anos de Missão das Nações Unidas para Estabilização do Haiti (MINUSTAH), assim como lições de outras operações mais recentes no mundo, para pensar o futuro de sua contribuição para as operações de paz.
A análise foi feita por representantes de ONU, academia e Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB), do Ministério da Defesa, presentes em workshop ocorrido na segunda-feira (29) na Pontifícia Universidade Católica (PUC-Rio), no Rio de Janeiro.

Região entre a estação da Luz e Santa Ifigênia, conhecida como Cracolândia. Foto: EBC/Rovena Rosa

ONU manifesta preocupação com possibilidade de internação compulsória de usuários de drogas em SP


O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) manifestaram nesta segunda-feira (29) preocupação com a possibilidade de se internar compulsoriamente — e em massa — pessoas usuárias de drogas em São Paulo.
O problema das drogas no mundo é um tema fundamental para a saúde pública, lembraram as agências. Por isso, as políticas públicas devem se orientar por princípios como a garantia de direitos humanos, o acesso aos mais qualificados métodos de tratamento e por evidências científicas, salientaram.

Foto: Logan Abassi/ONU/MINUSTAH

Brasil é um dos 124 países que oferece militares para as missões de paz da ONU


O Brasil é um dos 124 Estados-membros que fornecem tropas para as missões de paz das Nações Unidas. Atualmente, o país contribui com 1.279 militares – dos quais 23 são especialistas que não atuam em batalhões – e 5 policiais.
Conheça nesse vídeo especial do Centro de Informação da ONU para o Brasil (UNIC Rio) a história de uma brasileira que decidiu entrar para as Forças Armadas para ajudar o povo do Haiti na missão da ONU instalada no país.

VÍDEO: O que é desenvolvimento sustentável?

ONU e BNDES reafirmam importância das parcerias para a conquista dos objetivos globais


A conquista dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) pelo Brasil até 2030 depende de parcerias e da cooperação entre governos, sociedade civil, academia e setor privado, inclusive no âmbito municipal.
Essa foi a conclusão de participantes do "IV Seminário sobre a Localização dos ODS no Brasil: Parcerias para Integrar, Inovar e Incluir", realizado nesta sexta-feira (26) pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no Rio de Janeiro.

Premiação tem por objetivo reconhecer e difundir práticas educativas com impacto positivo no dia a dia. Imagem: Divulgação/UNESCO

UNESCO: abertas inscrições de prêmio sobre uso social da matemática e ciências da natureza


A Samsung abriu as inscrições para a quarta edição do Prêmio Respostas para o Amanhã. Apoiada pela UNESCO, iniciativa estimula alunos do ensino médio de escolas públicas do Brasil a aplicar conceitos das Ciências da Natureza e Matemática para desenvolver propostas de melhoria das comunidades onde vivem. Professores e estudantes podem inscrever soluções até 14 de agosto.

Manifestações em Brasília, capital do Brasil, no dia 24 de maio de 2017. Foto: Midia NINJA

Escritório da ONU e CIDH condenam uso excessivo da força durante manifestações e operações de segurança no Brasil


"Instamos o Estado brasileiro a redobrar seus esforços para promover o diálogo e proteger o direito à manifestação pacífica", disse o representante para América do Sul do Escritório de Direitos Humanos da ONU, Amerigo Incalcaterra. "A manifestação pacífica é uma forma de participação própria das sociedades democráticas, onde as pessoas podem exigir seus direitos humanos e exercer ativamente suas liberdades de opinião e de expressão", acrescentou.
Comunicado também afirmou preocupação com uso recorrente da violência em conflitos agrários, em especial contra trabalhadores sem-terra, bem como com as operações de segurança em São Paulo envolvendo dependentes químicos usuários de drogas ilícitas. Leia a nota na íntegra aqui.

Popole Misenga, refugiado congolês e atleta da primeira equipe olímpica de atletas refugiados, mostra orgulhoso sua medalha de prata. Foto: ACNUR/Diogo Félix

Judoca da Equipe Olímpica de Refugiados conquista prata no Campeonato Carioca


Os judocas Popole Misenga e Yolande Mabika — integrantes da Equipe Olímpica de Refugiados da Rio 2016 — mediram forças contra novos adversários no último final de semana. Os dois lutadores, que vieram da República Democrática do Congo e vivem atualmente na capital fluminense, participaram do Campeonato Carioca de Judô, na Arena de Deodoro. Popole levou prata na categoria até 90kg.

Confederação de municípios e agência da ONU lançam guia para promover objetivos globais


A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) lançaram o "Guia para Integração dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)" durante a 20ª Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, encerrada na quarta-feira (20) em Brasília.
A proposta da publicação é orientar prefeitas e prefeitos na promoção dos ODS no nível municipal e no planejamento de políticas públicas para o alcance da Agenda 2030.

Pressão alta não é mais problema exclusivo de países desenvolvidos e afeta populações de diferentes partes do mundo. Foto: Banco Mundial / Aisha Faquir

Países das Américas apresentam casos bem sucedidos de redução do risco cardiovascular


Quatro países das Américas adotaram ações bem-sucedidas para reduzir o risco cardiovascular de suas populações. Trata-se de um programa apoiado pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS) e pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos, que se consiste no acompanhamento integral de pessoas com hipertensão.
Entre 20% e 35% da população adulta da América Latina e do Caribe têm hipertensão. O número de pessoas com pressão arterial elevada tem aumentado nos últimos anos, e muitos não sabem ter essa condição.

Para a OIT, mudanças no mercado de trabalho demandam novas formas de governança para garantir emprego decente para todas e todos. Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Transformações do trabalho demandam garantia de direitos, dizem especialistas


O papel do trabalho na sociedade contemporânea passa por transformações significativas, impulsionadas principalmente pelas tecnologias de informação e comunicação e pela crescente flexibilização das relações trabalhistas. Tais mudanças demandam novas formas de governança com vistas a garantir o trabalho decente para todas e todos nas próximas décadas.
Essa foi a conclusão de pesquisadores e especialistas reunidos na quinta-feira (18) no Rio de Janeiro para o "4º Diálogo Nacional sobre o Futuro do Trabalho", promovido pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) em parceria com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).

Índice de homicídios no Brasil é o nono maior das Américas Foto: Agência Brasil/Fernando Frazão

Brasil tem nona maior taxa de homicídio das Américas, diz OMS


O Brasil tem a nona maior taxa de homicídio das Américas, com um índice de 30,5 mortes para cada 100 mil habitantes, segundo dados de 2015. A informação consta de novo relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgado nesta quarta-feira (17).

Em Belo Horizonte, jovens realizam uma partida de 'queimado' temática, para discutir questões de gênero e orgulho LGBTI. Imagem de 2016. Foto: Mídia Ninja (CC)

Em dia internacional, ONU defende igualdade de direitos e mais acesso a serviços para pessoas LGBTI


Por ocasião do Dia Internacional contra a Homofobia, a Transfobia e a Bifobia, lembrado nesta quarta-feira (17), dirigentes da ONU fizeram um apelo por mais respeito ao amor em toda a sua diversidade. Agências da ONU defenderam o fim da discriminação, ainda responsável por excluir pessoas LGBTI dos serviços de saúde, do mercado de trabalho e da proteção institucional para famílias e casais.
No Brasil, representantes das Nações Unidas alertaram para a violência motivada pela orientação sexual em evento na sede nacional do organismo, localizada em Brasília.

Débora Maria da Silva, fundadora e coordenadora do movimento Mães de Maio, mobilizou Assembleia Legislativa de São Paulo para criação da Semana Estadual das Pessoas Vítimas da Violência no Estado de SP. Foto: Percurso da Cultura (CC)

Mulheres relatam impacto do racismo e da violência contra a juventude negra


As mulheres negras são um dos grupos em situação de maior vulnerabilidade, devido ao acúmulo de discriminações decorrentes do racismo, do sexismo e de outras formas de opressão, cujos impactos incidem sobre a trajetória de suas vidas e de suas famílias.
Essa foi a conclusão de relatos feitos à ONU Mulheres para a ocasião de três datas: Dia Internacional das Famílias, celebrado na segunda-feira (15); Dia das Mães, ocorrido no domingo (14); e Dia Nacional de Luta contra o Racismo (13) — contraponto do movimento negro ao Dia da Abolição, considerando a ausência de políticas e medidas de inclusão após o fim da escravização.

Realizada pelo ACNUR, a mostra de filmes

Mostra de cinema inaugura celebrações do Dia Mundial do Refugiado no Brasil


Neste ano, as celebrações do Dia Mundial do Refugiado — lembrado em 20 de junho — começarão mais cedo no Brasil. Na próxima quinta-feira (1º), a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e seus parceiros inauguram a mostra de cinema internacional "Olhares sobre o Refúgio". Iniciativa ocupará salas de cinema de Curitiba, Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre e Brasília. Entrada para todos os filmes do circuito é gratuita.

Arte: ONU

ONU recebe inscrições para concurso de cartões LGBT; prazo é 18 de junho


Estão abertas as inscrições do 1º Concurso de Arte de Cartões LGBTI da Campanha da ONU "Livres & Iguais". Se você é artista ou profissional de design, desenho e/ou ilustrações, faça sua arte (desenho, pintura, fotografia etc) e se inscreva até o dia 18 de junho. Vencedor(a) terá sua arte exposta e distribuída por todo o Brasil e veiculada nas redes sociais e outros veículos de comunicação da ONU Brasil e de parceiros. Saiba mais aqui.

FacebookTwitterGoogle+Cadastro

Acesse aqui todas as oportunidades de estágio e trabalho: www.nacoesunidas.org/vagas/brasil e outras oportunidades e editais em www.nacoesunidas.org/tema/editais
Leia mais em www.onu.org.br e acesse nossas redes em www.nacoesunidas.org/redes